O tempo e o vento - O Continente II
Nas terras onde vivenciamos a chegada de um certo Capitão Rodrigo desafiando os homens e encantando as mulheres, a menina Bibiana se apaixonando e desafiando tudo por amor, as guerras ceifando vidas... tudo continua.
O povo de Santa Fé segue sua vida monótona sem grandes ambições, agora sob o olhar do médico alemão Carl Winter. O excêntrico estrangeiro que atende nessas terras no fim do mundo acompanha com interesse a chegada de Luzia, a herdeira do sobrado, propriedade que fica nas terras que Pedro Terra perdeu para o pernambucano Aguinaldo Silva. O capitão Rodrigo morreu tentando tomar o sobrado, o chão onde Bibiana cresceu, e o filho deles pode voltar ao lugar como proprietário, casando com Luzia.
Esse desfecho não passa pelo pensamento do jovem apaixonado Bolívar Cambará, mas é o motivo pelo qual Bibiana aprova o casamento com a estranha moça educada na cidade.
Tanto Bibiana quando Carl Winter pressentem algo de mal em Luzia e ele pode comprovar o fato no dia do noivado quando enxerga o prazer nos olhos dela ao assistir o enforcamento de um homem negro, talvez condenado injustamente.
Bolívar, que poderia ser um grande personagem, não demonstra tanto carisma e é ofuscado ora pela mãe, ora pela esposa. O 'sangue' de Rodrigo Cambará apenas se mostra nos últimos momentos do personagem.
No entanto, em seu filho Licurgo, temos mais oportunidade de relembrar o estilo dos Cambará, embora seja influenciado pela mãe a não permanecer em Santa Fé, Curgo nunca se interessa por coisas da cidade e sim estar ouvindo histórias dos peões, das negras, ir atrás de boiadas. Ele é muito mais influenciado por Bibiana vivendo em meio a guerra silenciosa travada pelas duas. Aliás Bibiana é a grande influência nesse livro, é através dela que muitos dos fatos importantes acontecem.
Licurgo trata de continuar a luta contra Bento Amaral e família em uma narrativa longa, mas que Érico Veríssimo faz ser a cada página mais interessante. Essa história é um sucesso atemporal impressionante e só lendo mesmo para entender. Já me encontro ansiosa para começar o próximo livro.

 


Deixe um comentário

Obrigada por visitar meu espaço. Fico muito feliz com comentários, mas apenas sobre a postagem. Opiniões, elogios e críticas construtivas são bem-vindos.
Para outros assuntos, use o formulário de contato.